Falamos tanto da terceira via, que ela está surgindo com Álvaro Scheffer

O quadro de candidaturas à sucessão municipal já possui um certo contorno que leva a uma razoável previsão de seu conteúdo, com uma boa margem de segurança de que não teremos surpresas. Ou grandes surpresas. Continuar a ler Falamos tanto da terceira via, que ela está surgindo com Álvaro Scheffer

Delmar leva a Marcelo uma ideia para as entidades assistenciais

Preocupado com o tratamento dispensado pelo governo municipal para com as entidades assistenciais, quanto aos atrasos no repasse das verbas mensais, o vereador Delmar Pimentel apresentou ao prefeito Marcelo Rangel, na última quarta-feira, uma proposta de garantia de fonte de recurso para honrar os repasses mensais, Continuar a ler Delmar leva a Marcelo uma ideia para as entidades assistenciais

No meio da imoralidade absoluta, ganhará força um projeto sério

Os candidatáveis estão se movimentando, em busca de apoios com propostas de composições. É o jogo convencional que antecede toda a campanha eleitoral. Entretanto, as eleições do ano que vem, ainda que municipais, precisarão levar em conta o festival da imoralidade pública que se verifica hoje no Brasil Continuar a ler No meio da imoralidade absoluta, ganhará força um projeto sério

E se a cidade não conseguir renovar os 200 mil eleitores?

A primeira eleição, disputada em dois turnos, por aqui, se deu em 2000, quando o prefeito Jocelito Canto disputou o segundo turno com o deputado Péricles de Holleben Mello, com vitória de Péricles, o que fez com que o conservadorismo pontagrossense se rompesse, com a eleição de um candidato do PT Continuar a ler E se a cidade não conseguir renovar os 200 mil eleitores?

Temos bons nomes, é verdade, mas o povo merece bem mais que isso

A classe política tem se prestado quase ao impossível, isto é, conseguir piorar a cada eleição. É bem verdade que a sociedade tem culpa em tudo isso, porque durante um bom tempo as pessoas de bem tem se omitido em participar da política, pela bobagem do entendimento de que “política não presta”. Continuar a ler Temos bons nomes, é verdade, mas o povo merece bem mais que isso

Polo industrial, polo metal-mecânico, polo cervejeiro, polo de ensino superior, polo madeireiro

Quando a Sanbra, hoje Bungue, anunciou sua instalação em Ponta Grossa, em 1970, Ponta Grossa já era um polo metal-mecânico, com importantes indústrias metalúrgicas. Já tínhamos um pé fincado no projeto de polo cervejeiro, com a fábrica da Companhia Antartica Paulista, que havia adquirido a Cervejaria Adriática. Continuar a ler Polo industrial, polo metal-mecânico, polo cervejeiro, polo de ensino superior, polo madeireiro

Os candidatos locais pensam em 2016; os dirigentes estaduais pensam em 2018

Seria uma campanha eleitoral inusitada, se os sete nomes citados ontem pudessem, de fato, se apresentar como candidatos à sucessão municipal. Acontece que o jogo político é um grande jogo de interesses. E, no contexto desse jogo de interesses, há interesses de todos os lados, inclusive, interesses da população, por incrível que pareça. Continuar a ler Os candidatos locais pensam em 2016; os dirigentes estaduais pensam em 2018

A Assistência Social virou Política Pública, judiada pelo Poder Público

A Constituição de 1988, chamada de Constituição Cidadã, promoveu uma espetacular revolução no conceito e na ação da Assistência Social. Enterrando a figura da caridade, da dependência, da humilhação do carente, do necessitado, a Constituição colocou a Assistência Social no mesmo patamar da Educação, da Saúde, da Segurança Pública, Continuar a ler A Assistência Social virou Política Pública, judiada pelo Poder Público

Há uma boa safra de candidatos a prefeito na sucessão de 2016. Ótimo!

O processo da sucessão municipal do ano que vem parece fazer boas indicações do quadro eleitoral, pela movimentação nos partidos e pelo proceder de possíveis candidatos. Se as perspectivas que estão a surgir no horizonte vierem a se confirmar, Continuar a ler Há uma boa safra de candidatos a prefeito na sucessão de 2016. Ótimo!