MUITO PARA POUCOS

Também na repartição do bolo tributário entre os municípios existe desigualdade como na distribuição de renda entre a população. Metade dos recursos arrecadados no Paraná com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), será dividida apenas entre 20 cidades das 399 que o Estado tem. Do início até o final de 2013, dos R$ 4,58 bilhões em receitas do ICMS, R$ 2,296 bilhões serão repartidos entre estes 20, sendo que quase um terço (31,64%), divididos entre seis municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Continuar a ler MUITO PARA POUCOS

Plauto levou uma rasteira do amigo Beto, que havia lhe prometido apoio

O deputado Plauto Miró Guimarães Filho se reelegeu em 2002, com o voto do saudoso José Richa. E esse voto de José Richa para Plauto foi prometido, aqui em Ponta Grossa, numa visita do filho Beto, como candidato a governador, que teve a companhia do pai, que sempre tratou a cidade com o maior respeito, recebendo, em troca, respeito e admiração da comunidade pontagrossense. O pai do Beto chegou a elogiar o empenho de Plauto pela candidatura de seu filho. Continuar a ler Plauto levou uma rasteira do amigo Beto, que havia lhe prometido apoio

Plauto pode enfrentar, nesta segunda, a mais difícil eleição de sua vida

Nesta segunda-feira, a Assembleia Legislativa do Paraná vai eleger um novo integrante do Tribunal de Contas do Estado, na vaga aberta pela aposentadoria do conselheiro Hermas Brandão. Nunca, antes, uma decisão dessa natureza provocou tamanho interesse da opinião pública. Aliás, pela primeira vez, houve o registro de 45 candidatos, ainda que as evidências apontem para a polarização entre as candidaturas de dois deputados estaduais, Plauto Miró Guimarães Filho e Fábio Camargo. É verdade que, dos 45 inscritos, restaram 40, ainda assim um número recorde.

Continuar a ler Plauto pode enfrentar, nesta segunda, a mais difícil eleição de sua vida