A sociedade acordou para o tamanho da armadilha que a esquerda construiu

Enquanto ninguém toca no tumor, sabe-se da existência do tumor, mas não o seu tamanho. Uma vez tocado, o tumor se revela, fazendo parecer a fera que ataca. Todos os brasileiros sabiam que o PT havia se transformado numa organização criminosa, sob o comando de Lula e por inspiração de José Dirceu; todos sabiam que a corrupção havia se alastrado por todos Continuar lendo A sociedade acordou para o tamanho da armadilha que a esquerda construiu

O governo de Bolsonaro, para desespero das esquerdas, está recuperando o Brasil

O presidente Jair Bolsonaro está a quarenta e oito horas para completar seu primeiro ano na Presidência da República, ou seja, estará completando, apenas, 25% de seu mandato de quatro anos. Tempo relativamente curto para o cumprimento das metas anunciadas na campanha eleitoral de 2018, mas que já apresentam bons resultados, eis que o Brasil viveu nos últimos Continuar lendo O governo de Bolsonaro, para desespero das esquerdas, está recuperando o Brasil

Imprensa é responsável por manter Lula como se fosse um líder inocente

A chamada Grande Imprensa – Folha, Estadão, Veja, Globo – parece não poder viver sem tentar fazer de Lula um herói, um líder pronto para disputar a sucessão presidencial, em 2022. É como se 2022 fosse, agora, 2020, tal a insistência dos destaques conferidos a ele, encomendando e divulgando pesquisas eleitorais para um pleito distante. Parece pouco não reconhecer que Continuar lendo Imprensa é responsável por manter Lula como se fosse um líder inocente

Bolsonaro não vetou juiz de garantias para deixar o STF dar aula ao Legislativo

Todo mundo esperava que o presidente Jair Bolsonaro vetasse o dispositivo da criação da figura do “juiz de garantias”, incluído no pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, por uma “mente iluminada” da Câmara dos Deputados, com o claro propósito de criar confusão, retardar decisões do Judiciário e, assim, facilitar a vida de criminosos. Continuar lendo Bolsonaro não vetou juiz de garantias para deixar o STF dar aula ao Legislativo

Bastou o número dois sair de cena para reinar a paz no Palácio do Planalto

Os três filhos políticos do presidente Jair Bolsonaro mais atrapalharam do que ajudaram o governo do pai. O número um, o senador Flávio Bolsonaro, pelas peraltices que andou fazendo enquanto deputado estadual do Rio de Janeiro, o número dois, o vereador Carlos Bolsonaro do Rio de Janeiro, por falar demais e criar atritos dentro da equipe do próprio governo, e o Continuar lendo Bastou o número dois sair de cena para reinar a paz no Palácio do Planalto

Eu não sou obrigado a acreditar nos números do Ibope. Nem os 58 milhões de eleitores

As forças de oposição ao presidente Jair Bolsonaro estão distribuídas por toda a parte, numa impressionante aposta para que tudo dê errado no governo, pouco importando o que isso represente para o Brasil. Eis que o mesmo Ibope, que sempre colocou Lula como o maior fenômeno de popularidade da História do País, surge, agora, com uma nova pesquisa, com Continuar lendo Eu não sou obrigado a acreditar nos números do Ibope. Nem os 58 milhões de eleitores

Desonesto, filho de Lula seguiu o pai. Desonesto, filho de Bolsonaro não seguiu o pai

Há dois casos policiais na praça, com uma diferença singular. Enquanto o filho de Lula, o Lulinha, segue o pai no mundo do crime, o filho do presidente Jair Bolsonaro, o número 1, resolveu não seguir o pai, no mundo da moralidade. De Bolsonaro, seus críticos tem deitado e rolado, só que não conseguem acusá-lo de corrupto, ladrão, desonesto. Como ele fala demais, dá Continuar lendo Desonesto, filho de Lula seguiu o pai. Desonesto, filho de Bolsonaro não seguiu o pai