João Carlos vai fortalecer o governo de Beto na área do ensino superior

O professor João Carlos Gomes, reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa, assume, às 15 horas de hoje, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, por convite do governador Beto Richa. É o primeiro reitor de nossa Universidade Estadual a virar secretário de Estado. É verdade que o professor Odeni Villaca Mongruel, que foi o segundo reitor de nossa Universidade Estadual, também foi secretário de Estado, mas em circunstância diversa. Deputado estadual, Odeni foi levado por Álvaro Dias para a Secretaria Especial da Habitação, em 87, quando Álvaro se elegeu governador do Estado, tendo ao final do governo, se transferido para a Secretaria do Trabalho e Assistência Social. Agora, o professor João Carlos Gomes renuncia ao seu terceiro mandato de reitor à frente da Universidade Estadual de Ponta Grossa para assumir a Secretaria do Ensino Superior do Estado. E o governador Beto Richa foi feliz na escolha, porquanto o professor João Carlos é um nome altamente qualificado para o cargo, eis que suas três históricas gestões à frente da UEPG constituem um marco no engrandecimento de nossa Universidade Estadual.

Docente do Curso de Odontologia, o professor João Carlos se elegeu reitor, pela primeira vez, em 1990, com nomeação do governador Álvaro Dias. Em março de 94, renunciou para se candidatar à Assembleia Legislativa do Estado, deixando em seu lugar o vice-reitor, professor Roberto Frederico Merhy. Sem sucesso nas urnas, aqui fora, o professor João Carlos Gomes intensificou seus estudos e dedicação ao Curso de Odontologia, dando palestras no Brasil e no Exterior em eventos de primeira grandeza da área.

Em 2006, voltou a se candidatar a reitor, sendo confirmado no cargo pelo governador Roberto Requião. Em 2010, conquistaria o histórico terceiro mandato, sendo confirmado no cargo pelo governador Orlando Pessuti, que havia assumido o Palácio Iguaçu, diante da renúncia de Roberto Requião, que se candidatou ao Senado da República.

Nesses três períodos de reitor, o professor João Carlos acumulou notável experiência, comandando, por mais de uma vez, a Associação Brasileira das Universidades Estaduais e Municipais – ABRUEM -, o que lhe permitiu estabelecer estreitas relações com autoridades federais e, assim também, no plano internacional, sempre levando consigo o nome da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Bem relacionado com os demais reitores das universidades estaduais e diretores das faculdades estaduais, o professor João Carlos haverá, seguramente, de promover um salto de qualidade na política do Paraná para o ensino superior público, valendo-se, inclusive, do bom relacionamento que construiu junto às autoridades federais da Educação, em Brasília.

É um grande nome que Ponta Grossa disponibiliza ao governador Beto Richa para servir ao Paraná. E, vale repetir, um nome que vai fortalecer a equipe de governo de Beto Richa, pelo conhecimento que tem, pela experiência que acumula e pela sua extraordinária capacidade de trabalho. Aliás, foi essa extraordinária capacidade de trabalho que o fez reitor, por três vezes, e que acabou por colocar o nome da Universidade Estadual de Ponta Grossa no cenário brasileiro como uma das grandes instituições de ensino superior público do Brasil.

Não fora esse brilhante currículo, e o governador Beto Richa não o teria convidado para ser seu secretário do Ensino Superior. Ganha o Paraná e, coberta de razão e orgulho, Ponta Grossa festeja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *